Quase filosofia

Quase filosofia

O autor propõe o exercício do esforço em querer pensar, e, neste exercício, o desvendar-se para si mesmo. Três pontos são defendidos neste trabalho: o pensar como procura e a partir de si; o cotidiano como o lugar privilegiado para se pensar; e o esforço em pensar com autonomia.